Saúde e Cuidados

Introdução Alimentar – Como começar?

baby-eating-3

Seu bebê está crescendo e chegou a hora de começar a introdução alimentar? E agora? Muitas dúvidas surgem e muitas também são as dicas e informações. Internet, comadres, vizinhas, amigas… Cada uma garante que sabe de um método certeiro e infalível!
Mas a realidade não é bem assim, as crianças tem personalidades diferentes, as famílias possuem rotinas, gostos, costumes e manias diferentes. Então, o que fazer?
O mais importante é sempre consultar o pediatra, mas vamos listar abaixo algumas considerações importantes que valem para todo esse processo:

  1. O exemplo à mesa

Todos sabem que as crianças se espelham nos pais e em todos que estão à volta. Com a alimentação não será diferente. Será um pouco complicado fazer com que o neném coma algo saudável e nutritivo se os próprios pais não o fazem. Se a família não se alimenta bem, é preciso que haja uma adaptação e mudança, antes mesmo que o bebê chegue a essa fase. Distrações como televisão ligada na hora da refeição não são recomendadas e cadeiras de papa poderão ajudar a dar um sentido especial a este momento.

foto-criancas-comendo-limao

  1. Quanto mais variedade, melhor!

Os especialistas recomendam começar aos poucos, mas é importante que a criança conheça todos os sabores para desenvolver o paladar da melhor forma. Primeiramente, as crianças aceitam melhor os sabores mais adocicados, como o da banana, pera, abobrinha… Mas é importante que, aos poucos, alimentos salgados, azedos, etc. sejam apresentados e introduzidos na alimentação.

  1. Amassada ou aos pedaços?

Existem opiniões divergentes sobre esse tópico. Há quem diga que a papinha é a melhor opção, mas há quem diga que o método BLW, que consiste em oferecer os alimentos em pedaços para o bebê (falaremos dele em outro post), seja a melhor forma para fazer a introdução alimentar.  Existem produtos como alimentadores com tela que podem ajudar as mamães nessa fase. Pesquise sobre os métodos e veja qual se encaixa melhor à sua rotina e preferências, mas independente de sua opção, com o tempo a criança deve ter contato com as mais diversas texturas e consistências.

messy-eating-baby

  1. A sujeira

Não tem como fugir, vai sujar! As crianças querem interagir com o que está acontecendo, vão querer colocar as mãos na comida, na fruta, na papinha e até mesmo virar o pratinho… Deixe que essa descoberta aconteça! Sabemos que tomar banho depois de todas as refeições talvez não seja uma opção, caso queira diminuir a bagunça, os babadores são um recurso muito usado. De qualquer forma, eles vão se lambuzar e você vai achar lindo 😍🙈

Essa fase será um pouco trabalhosa, não há como negar, mas também será deliciosa! Ver que seu bebê está crescendo e descobrindo novas cores e sabores é gratificante e é possível que sinta saudade quando esta época passar.

Referências:

http://www.maternidadecolorida.com.br/introducao-alimentar-dos-bebes-dicas-e-orientacoes/

http://revistacrescer.globo.com/Bebes/Alimentacao/noticia/2016/06/10-dicas-para-introducao-alimentar.html

http://pediatriadescomplicada.com.br/2015/02/02/introducao-alimentar-quando-quanto-e-como-oferecer-os-alimentos-a-crianca-parte-3/

2 comentários em “Introdução Alimentar – Como começar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s